Independência atrasada: jovens portugueses são presos em casa dependentes de suas famílias

Conforme relatado por Ana Sanlez do Diário de Notícias, a Century 21 Portugal recentemente conduziu um estudo que mostrou que a grande maioria dos jovens adultos em Portugal ainda vive com seus pais, ainda depende financeiramente de suas famílias e não vive onde gostaria viver. Os números apresentados pelo Century 21 nos mostram uma realidade gritante dos jovens de hoje, que têm ensino superior, mas devido a uma economia em que a maioria dos jovens profissionais ganha menos de 1000 euros por mês e vive em um país onde o custo da habitação está subindo, está se tornando impossível tornar-se independente antes dos 30 anos. Torna-se mais difícil quando os empregos que esses jovens, educados e experientes procuram, só são encontrados dentro dos limites da cidade, como Lisboa ou Porto.

Este estudo também ilustra a semelhança que muitos jovens profissionais de todo o mundo estão vivendo. Isso nos mostra que a geração do millennials em todo o mundo tem uma noção mais sombria do futuro do que as gerações passadas.

você pode ler o artigo completo aqui…

 

This entry was posted in Economia. Bookmark the permalink.

1 Response to Independência atrasada: jovens portugueses são presos em casa dependentes de suas famílias

  1. Isaac Boruchowicz Boruchowicz says:

    Claramente é algo que precisa ser discutido muito mais, porque isso não é possível. Hoje em dia, os preços para cidades de todo o mundo não apenas em portugal. As pessoas precisam poder sair da faculdade e poder sustentar e crescer como adultos independentes. Isso também pode ser observado nos Estados Unidos, que apenas os alunos saíram, não estão ganhando o suficiente, mas também estão saindo da escola com muitos empréstimos que não podem pagar.

Leave a Reply