Da diáspora: Nelson Neves exibido na câmara assalariada no Luxemburgo

Segundo a imprensa, a Nação, na quinta-feira, 3 de outubro, Nelson Neves abriu uma exposição de 50 de suas obras no “Chambre des Salariés”, no Luxemburgo. O artista cabo-verdiano nasceu na ilha de San Antão, mas depois imigrou com sua família para Luxemburguês, onde vive desde então. Seu trabalho artístico varia de abstrato a pinturas mais figurativas. Seu trabalho atual em exibição evoca a vida de mulheres e meninas de

Nelson Neves and his artwork. Source: Luxemburger Wort PT

Cabo Verde. Ao fazer uma rápida pesquisa no Google e ver outros artigos que apresentam seu trabalho, é compreensível que Nelson Neves tenha sido escolhido para inaugurar o “Chambre des Salariés”. Nelson Neves realmente evoca o espírito cabo-verdiano em todas as suas obras, a principal maneira de fazer isso é através das cores que usa. Ele é o primeiro artista a ser exibido no novo “Chambre des Salariés” no Luxemburgo. Sua obra estará em exibição até 31 de outubro.

Este artigo faz um ótimo trabalho ao destacar a grande conquista de um artista nativo e de seu trabalho. O artigo original pode ser lido aqui … Embora existam artigos mais detalhados.

This entry was posted in Artes. Bookmark the permalink.

1 Response to Da diáspora: Nelson Neves exibido na câmara assalariada no Luxemburgo

  1. Luciano Garcia-Baylleres says:

    Esta é uma grande conquista, não só para ele, como também é uma vitória para todos os Caboverdianos. Alem do mais, isso dá reconhecimento internacional a Cabo Verde por seu excelente desempenho nas artes. É incrível pensar que um país tão pequeno possa ter uma presença tão grande nas artes quanto outras nações industrializadas. Espero ver muitas outras realizações de indivíduos desta ilha magnífica.

Leave a Reply