A Espera Que Não Tem Fim

Ser desempregado agora no Brasil é a pior coisa. Este artigo diz que a espera para achar um emprego é pior desde 2006. o cálculo mostra que as pessoas que estão à procura de um emprego no mês de julho foram buscar, sem sorte de emprego, para uma média de quatro meses já. Isto significa que demora em média de quatro meses para achar um emprego—ênfase na palavra média, pode ser que tenha pessoas que finalmente acharão um emprego antes das 17,3 semanas ou, depois.  O triste é que a recessão tem afetado muita gente. Patrícia Silva foi entrevistada pelo jornalista, Bruno Villa Bõas, e ela contó a estória do sofrimento dela como desempregada nesse período. Ela é mãe de cinco filhos sem maneira de cuidar deles financeiramente porque faz 30 semanas que ela não trabalha! Espero que em pouco tempo todas as cidades metropolitanas (como o Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, Recife, etc.) no Brasil saém dessa grave situação econômica e podem contratar uma parte dos desempregados de volta.

This entry was posted in Economia and tagged , . Bookmark the permalink.

1 Response to A Espera Que Não Tem Fim

  1. Skyler Smith says:

    A situação econômica no Brasil tem piorado muito nos últimos meses e não há muita esperança que tudo isto mude logo. É horrível pensar que há muita gente no Brasil que não possam encontrar um emprego por que as estatísticas representam apenas os adultos que não têm trabalhos, mas acho importante considerar as famílias dessas pessoas, como você já mencionou. Segundo o artigo, a tendência é que a situação quanto ao desemprego piore e isto é muito problemático. Oxalá que nos próximos meses o governo possa melhorar a situação do país através de um aumento de emprego.

Leave a Reply