1 Response to Um Caminho para o “Sul Global”

  1. Paola Correia says:

    Talvez não seja a intenção do autor, mesmo ele identifica que “gerações não são homogéneas” o uso de “África” como uma aglomeração é um pouco problemático na realidade porque há muitos países, vários grupos étnicos, políticas e religiões diferentes. Brian, acordo totalmente contigo sobre a posição do autor, simplesmente não é suficiente escrever que os grupos diferentes na África precisam unir-se porque a realidade é muito mais complexa. É um desserviço não incluir soluções possíveis aos obstáculos verdadeiros que impedem e historicamente impediram um discurso produtivo.

Leave a Reply